Ciclismo no combate às doenças crônicas

Aliar a prática de atividades físicas à rotinas das grandes cidades é uma árdua tarefa. O dia-a-dia das pessoas que vivem nos grandes centros as levam a buscar, cada vez mais, alternativas fáceis e eficazes para manter a saúde. Adotar a bicicleta como meio de transporte ou apenas como hobby nas horas vagas aparece como uma saída com inúmeros benefícios: faz bem ao corpo e à mente, diverte, poupa tempo e não polui o ambiente.

Andar de bicicleta com frequência ajuda a combater males como a obesidade e a pressão alta (hipertensão). Os treinos regulares levam ao gasto da gordura corporal como fonte energética. Desta forma, quem pratica esportes perde peso e aumenta a resistência cardiovascular.

A prática também é uma grande aliada no combate à diabetes, pois faz com que o coração trabalhe melhor e que o corpo precise de doses menores de insulina. Também ajuda a controlar a pressão arterial, pois o oxigênio chegará sem dificuldade aos músculos. A diabetes surge com a baixa produção de insulina.

Além dos cuidados de segurança, o praticante deve estar atento ao seu bem estar. Os iniciantes  precisam, em média, de 1 a 2 meses para a adaptação muscular e respiratória. Nessa fase, é recomendável começar em lugares planos, evitando o esforço excessivo das subidas.

Outra questão fundamental nesta prática é a hidratação. É importante que o ciclista tenha sempre consigo uma garrafa de água para repor o líquido consumido durante a atividade. A alimentação também deve ser observada: não é recomendável sair para pedalar após refeições pesadas, como o almoço, por exemplo. Comidas gorduras devem ser evitadas, pois dificultam a digestão.

Para saber se há alguma contraindicação à prática, nada mais eficaz e seguro que consultar um médico cardiologista, que irá determinar a necessidade de exames como hemograma completo, eletrocardiograma, entre outros.  Pessoas acima dos 45 anos, com hipertensão arterial, sedentários, fumantes, diabéticos e com doenças coronárias não devem escapar dessa consulta antes de iniciar a atividade.

Por: AgComunicado